Meu Sopwith Pup

Compartilhe seus projetos com os demais. É a melhor forma de aprender e disseminar conhecimento sobre construção de aeromodelos.

Meu Sopwith Pup

Mensagempor Norberto Geraldi » 30 Nov 2015 10:02

Caros Colegas!

Hoje estou criando este tópico para documentar o desenvolvimento do projeto, definições, detalhamentos e a construção de um aeromodelo que batizarei de “Meu Sopwith Pup”, e também as mensagens e participações dos colegas do fórum. Para começar aqui vai um pouco da sua historia.

O Sopwith Pup foi um avião biplano nonolugar britânico de caça construído pela empresa Sopwith Aviation Company. Ele entrou em serviço na Royal Fliing Corps e na Royal Naval Air no Outono de 1916. Com características de vôo agradáveis e boa capacidade de manobra, o avião provou ser muito bem sucedido.

Imagem

Sua história começa em 1915 quando o primeiro protótipo foi produzido pela Sopwith, era um avião monoposto, biplano trator alimentado por um motor rotativo de 50 HP Gnome. Os primeiros testes foram realizados por Harry Hawker e por este motivo ficou conhecido com Runabout do Hawker. Mais quatro aeronaves similares foram construídas e batizadas como Sopwith Sparrows.
Na seqüência a Sopwith desenvolveu um lutador maior, que foi fortemente influenciado por estes protótipos, mais poderoso e acrescidos de ailerons em ambas as asas, estrutura de madeira coberta de tecido e asas de vãos iguais. O trem de pouso principal de eixo único ficava apoiada em uma estrutura em “V” fixada na fuselagem. O protótipo e a maioria dos agora denominados de Pup (filhotes de cachorro) entraram em produção com novos motores rotativos de 80 CV (60 kW) Le Rhône 9 C. Receberam como armamento uma única metralhadora Vickers sincronizada com sincronizador Sopwith-Kauper de 7,7 mm.

Após novos testes ocorridos em Fevereiro de 1916, a Royal Naval Air Service (RNAS) colocou uma ordem de produção e as entregas começaram em agosto 1916. Em 1917, O Royal Flyng Corps (RFC) também colocou grandes encomendas para do Pup.
Um total de 1.770 foram construídos.

Os primeiros “filhotes de cachorro” chegaram à Frente Ocidental em outubro 1916 com o Esquadrão Nr. 8 da RNAS. O Pup rapidamente provou sua superioridade sobre os biplanos Fokker, Halberstadt e Albatroz. Depois de encontrar o filhote de cachorro em combate, Manfred von Richthofen disse, "Vi pela primeira vez um avião inimigo superior ao nosso".
O Peso leve do Pup e a generosa área alar prorcionava uma boa taxa de subida. Agilidade esta reforçada pela instalação de ailerons em ambas as asas. Ele tinha a metade da potência e do armamento do seu similar alemão, o Albatroz D.III mas era muito mais manobrável, especialmente a 4.500 m, devido à sua baixa carga alar. Ace James McCudden afirmou que "Quando veio um em manobra, o Sopwith Pup gira duas vezes enquanto o Albatros gira uma só." Era extremamente leve que depois de um pouco de prática quase se poderia pousar em uma quadra de tênis, dizia.
No auge de sua vida operacional, ele equipou quatro esquadrões de RNA, os de n. 3, 4, 8 e 9, e três esquadrões da RFC, n. 54, 46 e 66. Na primavera de 1917, o filhote de cachorro tinham sido ultrapassados pelos novos caças alemães. A RNAS então os substituiu, em dezembro de 1917, primeiramente pelo não bem sucedido Spotwith Triplanes e em seguida, pelos Spowith Camels.

Os Sopwith Pup também foram utilizados em muitos experimentos pioneiros. Em 2 de agosto de 1917, pilotado por Sgn Cdr Edwin Dunning tornou-se o primeiro avião a pousar a bordo de um navio em movimento, HMS Furious. Uma série de outros filhotes de cachorro foram destinados para cruzadores e navios de guerra, onde eram lançados de plataformas. Um Pup voado de uma plataforma do cruzador HMS Yarmouth derrubou o Zeppelin/23 alemão na costa dinamarquesa em 21 de agosto de 1917.
Depois de ser desativado nas frentes de combate o Pup teve como destinação a formação e treinamento de novos pilotos, inclusive pela Marinha dos EUA.

Veja mais em:
http://thevintageaviator.co.nz/projects/sopwith-pup/sopwith-pup-history
PENSE GRANDE - Águias não caçam moscas.
Veja mais em: http://aerosngcanela.blogspot.com
Avatar de usuário
Norberto Geraldi
Comandante
 
Mensagens: 877
Data de registro: 17 Mar 2014 13:52
Localização: Canela / RS

Re: Meu Sopwith Pup

Mensagempor LaercioLMB » 30 Nov 2015 18:58

Grande amigo Norberto, que bom apareceres por aqui.
Sobre o modelo, o Sopwith Pup é um belo modelo sim, foi incluído na Força aérea Real Britânica em outubro de 1916 e sendo produzido até 1918 pela Sopwith Aviation Company.

Envergadura 8080 mm, 8,08m
Comprimento 5890 mm, 5,89 m.
Altura 2870 mm, 2,87 m.
Velocidade máxima 180 km/h.

Na escala 1:8 ficará com;
Envergadura 1010 mm, 1,01 m.
Comprimento 737 mm, 0,74 m.
Altura 358 mm, 0,36m.

Mas no aeromodelismo nem tudo é levado 100% a escala do original e por tanto, a altura poderá ser ajustada conforme a necessidade para obtermos uma melhor manobrabilidade do modelo, pois do contrário, ele terá uma certa instabilidade na rolagem já que a altura é demasiada para a envergadura devido a escala reduzida.
Anexos
Sopwith_Pup.jpg
g-ebky-private-sopwith-pup.jpg
A sustentação é uma flor que cresce no jardim da velocidade.
Avatar de usuário
LaercioLMB
Comandante
 
Mensagens: 5258
Data de registro: 04 Jul 2009 16:44
Localização: Porto Alegre/RS

Re: Meu Sopwith Pup

Mensagempor Norberto Geraldi » 01 Dez 2015 06:50

Bom dia amigo Laércio!
A minha ideia é construir um aero um pouco menor, em uma escala 1:12 ele ficaria com aproximadamente 67 cm de envergadura - o que tu achas - lembre que a superfície alar e o dobro visto ser uma biplano...
PENSE GRANDE - Águias não caçam moscas.
Veja mais em: http://aerosngcanela.blogspot.com
Avatar de usuário
Norberto Geraldi
Comandante
 
Mensagens: 877
Data de registro: 17 Mar 2014 13:52
Localização: Canela / RS

Re: Meu Sopwith Pup

Mensagempor Norberto Geraldi » 01 Dez 2015 06:52

Vejam o que comentou o amigo Laércio!
Dá sim, mas será mais limitado a voos indoor devido ao tamanho reduzido dele e estando com maior área de atrito com o vento, será mais instável com brisas, já que o peso dele também terá que ser bem reduzido.
Durante a construção ele irá parecer muito frágil, mas a resistência ele só alcançará depois de pronto se não, ele poderá ficar muito pesado para o tamanho dele.
PENSE GRANDE - Águias não caçam moscas.
Veja mais em: http://aerosngcanela.blogspot.com
Avatar de usuário
Norberto Geraldi
Comandante
 
Mensagens: 877
Data de registro: 17 Mar 2014 13:52
Localização: Canela / RS

Re: Meu Sopwith Pup

Mensagempor Norberto Geraldi » 01 Dez 2015 07:00

Caros Colegas!
Para começar um pouco das características preliminares do projeto do “Meu Sopwith Pup”:

Escala: 1:12
Comando: 4 canais;
Envergadura: 67,3 cm;
Comprimento: 49,1 cm;
Perfil da asa: RAF 14);
Ângulo de ataque: 2ª 3º (a ser definido);
Ângulo de diedro: 3 a 5º (a ser definido);
Motor e Hélice: A serem definidos em função do peso final;
Peso final: Imagino que deverá pesar algo em torno de 500 a 700 gr o que possibilitará o uso de um motor elétrico EMAX FC 2822;
Material: Para as cavernas e nervuras vai ser Balsa;
Recobrimento: Fuselagem será coberta parcialmente por balsa, assim como o bordo de ataque das asas. O entelamento ainda não foi definido, se fizer em Oracal pode ser que fique muito pesado – poderá ser em papel de seda com Dope, mas isto fica para ser definido em momento oportuno;
Projeto: Baseado na imagem abaixo - que será convertida para ACAD para ajuste das medidas.
Planta básica: Disponível no seguinte endereço http://www.ngcanela.com/imagens/aeromodelos/pup/01pup.pdf

Imagem
PENSE GRANDE - Águias não caçam moscas.
Veja mais em: http://aerosngcanela.blogspot.com
Avatar de usuário
Norberto Geraldi
Comandante
 
Mensagens: 877
Data de registro: 17 Mar 2014 13:52
Localização: Canela / RS

Re: Meu Sopwith Pup

Mensagempor LaercioLMB » 01 Dez 2015 10:39

Eu te recomendo fazer o perfil undercamber original que te dará maior sustentação.
Eu errei feio ao fazer o meu Bristol Scout D com perfil Clark Y, pois poderia ter uma velocidade de planeio muito menor se eu tivesse usado o perfil undercamber original dele.

(OK - já modifiquei as especificações para RAF -14)
disse o NG
A sustentação é uma flor que cresce no jardim da velocidade.
Avatar de usuário
LaercioLMB
Comandante
 
Mensagens: 5258
Data de registro: 04 Jul 2009 16:44
Localização: Porto Alegre/RS

Re: Meu Sopwith Pup

Mensagempor Norberto Geraldi » 01 Dez 2015 15:56

Boa tarde amigo Laércio!

Completei o desenho da asa - ainda pretendo trabalhar mais sobre este - definindo as espessuras - veja como esta ficando.

Imagem
PENSE GRANDE - Águias não caçam moscas.
Veja mais em: http://aerosngcanela.blogspot.com
Avatar de usuário
Norberto Geraldi
Comandante
 
Mensagens: 877
Data de registro: 17 Mar 2014 13:52
Localização: Canela / RS

Re: Meu Sopwith Pup

Mensagempor LaercioLMB » 01 Dez 2015 20:03

Não sei te dizer Norberto sobre essa diferença, mas irei procurar o perfil desse modelo e inserir no banco de dados do rccalc e ver o quanto muda a velocidade de planeio e carga alar.
A sustentação é uma flor que cresce no jardim da velocidade.
Avatar de usuário
LaercioLMB
Comandante
 
Mensagens: 5258
Data de registro: 04 Jul 2009 16:44
Localização: Porto Alegre/RS

Re: Meu Sopwith Pup

Mensagempor Norberto Geraldi » 02 Dez 2015 08:50

Bom dia Laércio!
Realmente o quesito perfil da asa é um caso bastante complicado - veja o que encontrei neste site que documenta a construção de uma réplica de um Sopwith Camel em tamanho natural.

http://hlnewprojects.blogspot.com.br/2013/09/sopwith-camel.html

Esta é uma foto onde aparece o perfil usado.

Imagem
PENSE GRANDE - Águias não caçam moscas.
Veja mais em: http://aerosngcanela.blogspot.com
Avatar de usuário
Norberto Geraldi
Comandante
 
Mensagens: 877
Data de registro: 17 Mar 2014 13:52
Localização: Canela / RS

Re: Meu Sopwith Pup

Mensagempor LaercioLMB » 02 Dez 2015 10:57

Esse é o perfil A18, bem semelhante ao perfil RAF 14 do Sopwith PUP.
O perfil RAF 14 não encontrei em nenhum banco de dados, somente as coordenadas dele que ainda não aprendi a criar arquivos .dat para inserir no rccalc.
Não use vinil para entelar esse modelo, ficará mjuito pesado. O melhor é o papel de seda que é fácil de colar em perfis negativos como os undercambers.

Imagem
A sustentação é uma flor que cresce no jardim da velocidade.
Avatar de usuário
LaercioLMB
Comandante
 
Mensagens: 5258
Data de registro: 04 Jul 2009 16:44
Localização: Porto Alegre/RS

Próximo

Retornar para Construções, montagens e projetos

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 3 visitantes
cron